Text from Image
Todas as tuas lágrimas não serão suficientes
Direcção de Petronille de Saint-Rapt

Esta criação é uma reflexão sobre o nosso papel face às alterações climáticas. Destruímos recursos que nos foram generosamente oferecidos pela Natureza e que garantem a nossa subsistência. Ao destruí-los pomos em causa a nossa sobrevivência e a sobrevivência de outras espécies. A água, o nosso bem mais precioso, está a ser usada e contaminada de forma absurda, criando desequilíbrios no ciclo natural que durante milénios permitiu a nossa sobrevivência. Somos uma espécie ameaçada por nós próprios. É a nossa sobrevivência que está em causa.

Temos a mãe, o pai a filha e o filho. E suas histórias. D’água. Temos a água que de repente começa a fazer das suas.

E lá vão eles. Embarcam os quatro numa viagem ao coração da água.

Ao coração.

Que de repente parou de bater. Chegámos ao dia zero.

O dia em que o coração da água parou de bater.

Petronille de Saint-Rapt

Texto Petronille de Saint-Rapt com a colaboração das atrizes e atores Elsa Valentim, Jorge Silva, Mariana Lobo Vaz e Pedro Emauz | Espaço Cénico e Design Gráfico João Rodrigues | Desenho de Luz Ricardo Campos | Vídeo José Ricardo Lopes | Fotografia Luana Santos | Direção de Produção Daniela Sampaio | Produção Executiva e Divulgação Marco Trindade | Assistência de Encenação Inês da Cruz Custódio | Operação António Serrão | Produção Teatro dos Aloés 2024

Apoio: Projeto People and Planet e Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

M/12

Recreios da Amadora

19 a 23 de junho
28 de junho a 2 de julho

Segunda a Sábado, às 21h00
Domingo, às 16h00

Bilhetes à venda na Ticketline e postos habituais

Reservas e informações:
933471330 / divulgacaoteatrodosaloes@gmail.com

* indicates required

Subscrição Newsletter

Siga-nos no Instagram Facebook