Escolas

Para saber como pode ter as turmas da sua escola a ver os nossos espectáculos contacte-nos para teatrodosaloes@sapo.pt

Ilusionistas de Lluïsa Cunillé Encenação de Jorge Silva

O texto, cheio de música e magia, apresenta três personagens encantadoras, deslocadas e com um mal-estar existencial que as torna ao mesmo tempo cómicas e tristes. Os 3 irmãos cresceram num mundo de magia e partilham uma incapacidade de aceitar a realidade tal como ela é. Desajustados e idealistas, tentam cumprir as suas ilusões a todo o custo e construir o seu mundo próprio. Os jogos e confidências que trocam são também tingidos de humor absurdo e surrealista e, em geral, as suas interações são governadas pela forma incoerente e aparentemente lógica do sonho. As personagens sonham ser quem são, como num pesadelo prolongado, mas desejam ser outra pessoa e projetam-se numa versão melhor de si próprias – uma ilusão.

Texto Lluïsa Cunillé | Tradução Ângelo Ferreira de Sousa | Encenação Jorge Silva | Interpretação André Nunes, Elsa Valentim e Patrícia André | Cenografia Rui Francisco | Figurinos e Adereços Maria Luiz | Música Afonso de Portugal e Rui Rebelo | Desenho de Luz Tasso Adamopoulos | Vídeo José Ricardo Lopes | Fotografia José Frade | Assistência de Encenação Victor Santos | Consultoria Magia Maik Magic – Joaquim Bastos e Rafael Ribeiro | Apoio ao Movimento Patrícia Vieira | Design Gráfico João Rodrigues | Direção de Produção Daniela Sampaio | Produção Executiva e Divulgação Marco Trindade | Construção Cenográfica JSVC Decor | Costureira Margarida Viana | Montagem e operação Vítor Santos | Produção Teatro dos Aloés 2024

Apoio à Produção Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, TEC – Teatro Experimental de Cascais e Clube Mágico Português

Recreios da Amadora

20 a 26 de março
3 a 7 de abril

Segunda a Sábado, às 21h00
Domingo, às 16h00

*Sessão com Língua Gestual Portuguesa dia 24 de março;
*Sessão com audiodescrição dia 7 de abril;
*Conversas com o público após o espetáculo dia 24 de março e 7 de abril.

Bilhetes à venda na Ticketline e postos habituais

Reservas e informações: 933471330/ divulgacaoteatrodosaloes@gmail.com

Limites

A criação “Limites” nasceu de um convite da Companhia romena Centrul de Teatru Educational Replika ao TdA para ser seu parceiro juntamente com a Companhia grega Modernoi Kairoi no programa CREA – Cultura 2021. O projeto consiste na criação de três diferentes encenações da peça romena Limites em cada uma das línguas dos parceiros.

Trata-se de um monólogo acerca da escola e da educação. A criação apresenta elementos distintivos, por se tratar de uma criação original, com base num trabalho de pesquisa sobre o tema da educação. Para a documentação artística desta peça, foram entrevistados na Roménia, dezenas de professores e professoras do ensino secundário, bem como inspetores e inspetoras escolares e representantes das instituições que desempenham um papel decisivo no sistema educativo romeno. Assim, procurou-se apresentar as realidades educativas com que nos deparamos enquanto sociedade, juntamente com os complexos vínculos entre professores, crianças e pais. Deparamo-nos com um incidente que se tornou emblemático pelo desamparo e vícios com os quais nós, os que gravitam em torno da escola, muitas vezes lutamos. Uma professora teve a pior experiência profissional e humana de sua vida, uma história que não foi notícia, nem foi divulgada pelos tabloides. O incidente foi suportado em silêncio, deixando várias cicatrizes. “Limites” é baseado num caso real, mas estende a sua análise aos sistemas educativos da sociedade atual, como um todo, com suas muitas diferenças, inconsistências, discrepâncias e tentativas de reforma e escalada de erros herdados.

“Limites” é um espetáculo sobre a escola onde ninguém parece encontrar o seu lugar ou direção. O tema da Educação assume particular pertinência atendendo à relevância das questões da Educação e das alterações de paradigma do papel dos intervenientes no ambiente escolar e do próprio ensino e da forma de transmissão de conhecimentos.

Um espetáculo com 7 personagens e uma só atriz, que aborda a escola e a educação.

Para a documentação artística desta peça foram entrevistados na Roménia dezenas de professores e professoras do ensino secundário, bem como inspetores e inspetoras escolares e representantes das instituições que desempenham um papel decisivo no sistema educativo romeno. Em Portugal, foram realizadas entrevistas e foram acompanhadas as atuais reivindicações e lutas dos professores. Assim, procurou-se apresentar as realidades educativas com que nos deparamos enquanto sociedade, juntamente com os complexos vínculos entre professores, crianças e pais.

Ficha Artística e Técnica:
Texto: Mihaela Michailov e Radu Apostol | Tradução: Mick Greer e Graça Margarido | Encenação: Radu Apostol | Interpretação: Elsa Valentim | Cenografia: José Manuel Castanheira | Figurinos: Dino Alves | Música: Rui Rebelo | Voz: Mafalda Evaristo |  Desenho de Luz: Aurélio Vasques | Adereços: Pedro Antunes | Fotografia: José Frade |Vídeo: José Ricardo Lopes | Design Gráfico: João Rodrigues | Consultoria de Comunicação/Assessoria de Imprensa: Sofia Peralta | Assistente de cena e contra-regra: Nérika Amaral / Mafalda Evaristo |Montagem e Operação: Gi Carvalho| Direção de Produção: Daniela Sampaio | Produção Executiva: Gabriela Frade |Produção: Teatro dos Aloés 2023

O Cavaleiro da Dinamarca

Livro recomendado no Plano Nacional de Leitura dos alunos do 7ºano

No regresso de uma longa peregrinação à Palestina, o Cavaleiro tem apenas um desejo: voltar a casa a tempo de celebrar o Natal com a sua família. Nessa viagem, maravilha-se com as cidades de Veneza e Florença, e ouve histórias espantosas sobre pintores, poetas e navegadores. São muitas as dificuldades com que se depara, mas uma força inabalável parece ajudá-lo a passar essa noite tão especial com aqueles que mais ama…

Esta adaptação para teatro da obra de Sophia de Mello Breyner Andresen, recria o ambiente de uma banda de garagem onde os jovens músicos assumem simultaneamente o papel de contadores de histórias. Os atores vão passando pelas diversas personagens, intercalando a narrativa com música original dos próprios. O sucesso desta abordagem está, sem dúvida, na identificação e empatia que é criada entre o público mais jovem e os atores/personagens. Esta partitura possibilita aos jovens estudantes o contacto com uma obra recomendada pelo Plano Nacional de Leitura, permitindo a sua compreensão e assimilação de forma mais divertida e descontraída. Este espetáculo pretende não só chegar aos alunos do 7º ano, mas a todo o público sendo uma ótima forma de passar tempo em família.

Ficha Artística e Técnica:

Texto: Sophia de Mello Breyner Andresen |Encenação: Sofia de Portugal | Interpretação: Afonso de Portugal, Carlos Malvarez, David Medeiros e João Redondo | Música: Afonso de Portugal | Cenografia, Figurinos, Design Gráfico, Fotografia: Aurélio Vasques |Desenho de Luz: Tasso Adamopoulos | Produção Executiva: Daniela Sampaio| Produção: Teatro dos Aloés 2017 |M/6

O Meu Pé de Laranja Lima

Livro recomendado no Plano Nacional de Leitura dos alunos do 9ºano

Viajamos com Zezé nas suas múltiplas aventuras, na comovente descoberta da ternura
através do seu amigo Portuga, mas também na descoberta da dor quando o amigo morre tragicamente, colhido por um comboio.

O valor da amizade, a capacidade da imaginação para superar as condições mais adversas, a defesa do amor e da ternura como armas para vencer o medo e a estreita ligação com a natureza, parecem-nos temas com capacidade para continuar a interessar e comover espectadores de diversas gerações. O texto alerta também para o lado sombrio da infância, muitas vezes esquecido diante da enorme quantidade de material que tem como tema a infância idealizada, numa sociedade urbana que fomenta essa visão.

O ator no lugar do contador de estórias que se deixa levar pelas personagens que evoca.

Resistimos à tentação de recriar as personagens e os lugares. Queremos contar esta história, evocar as personagens e os lugares, mas manter intacto o seu carácter narrativo — é um livro que está a ser lido, que quer ser lido, e como todo o bom contador de estórias, o narrador vai assumindo, aqui e ali, a voz e o carácter de uma e de outra personagem e porque já o repetiu vezes sem conta, sabe de cor aquelas palavras, ou seja, no coração.

Sendo um dos livros juvenis mais lidos desde há várias gerações, cada leitor guarda para si as imagens que a sua imaginação criou. Não queremos “perturbar” esse imaginário, mas sim evocar a vibração contida na narrativa e é essa vibração que é partilhada com o público. Mas porque o fazemos no espaço mágico do teatro, e porque temos verdadeira paixão po esse espaço, não resistimos a evocá-lo e torná-lo também protagonista. É isto que temos para vos oferecer: um livro, atores apaixonados e um teatro.

Ficha Artística e Técnica:

Texto: José Mauro de Vasconcelos | Encenação: Elsa Valentim | Interpretação: Graciano Amorim, Jorge Silva, José Peixoto e Matilde Carvalho | Direção de Arte: João Rodrigues | Desenho de Luz: João Silva e Rafael Ribeiro |Música: Rui Rebelo | Animação: Patrícia Santos | Assistência de Encenação: Matilde Carvalho | Consultoria de Comunicação/Assessoria de Imprensa: Sofia Peralta | Direção de Produção: Daniela Sampaio | Operação Técnica: Rafael Ribeiro e Sandro Esperança | Produção: Teatro dos Aloés 2022 | M/12

Para saber como pode ter as turmas da sua escola a ver os nossos espectáculos contacte-nos para teatrodosaloes@sapo.pt